Novos tratamentos disponíveis para pessoas com Aid

A AIDS é uma doença fatal que afeta o sistema imunológico. É responsável por milhões de mortes a cada ano e é uma grave epidemia mundial. Mais de quarenta milhões de pessoas no mundo estão infectadas com AIDS. O sistema imunológico degenera, tornando os infectados suscetíveis a infecções e doenças. Mais de três milhões de pessoas morreram desta doença em 2005. Não há cura para a AIDS, mas existem tratamentos disponíveis para ajudar a retardar a progressão. A AIDS é pesquisada em todo o mundo, a fim de descobrir novos tratamentos para prolongar a vida e encontrar uma cura. Atualmente, existem estudos sobre dois novos medicamentos que mostram resultados promissores.

A Merck & Co., fabricante de medicamentos em Nova Jersey, conduziu ensaios clínicos sobre uma nova pílula. Deve ser tomado por via oral duas vezes por dia para ajudar a retardar a progressão da doença. Estudos indicaram que esta droga está apresentando um desempenho melhor do que as outras medicações atualmente no mercado. Este medicamento será especialmente benéfico para os pacientes de longo prazo com AIDS que desenvolveram resistência aos produtos farmacêuticos existentes hoje.

Os estudos foram realizados em 167 pacientes que demonstraram progressão da doença e tiveram problemas de saúde críticos. Muitos desses pacientes tomam o medicamento AZT, um tratamento comum, há mais de dez anos.Plano de saude Unimed Belém

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *